quarta-feira, 18 de maio de 2011

Reflexão de um Tempo que Passa.


Ando só, pois só eu sei andar. A certeza é que sei andar com as minhas próprias certezas. A coerência de minhas atitudes não está em mim e nem nas pessoas que me rodeia, porque eu sei que nada tenho e nada sei.  
Caminho para lá e para cá, sem rumo, sem sonhos, sem razões. Creio que posso compreender o que faço, mas não posso confundir a minha sabedoria da sabedoria do universo, porque quando aprendo algo é quando não sei nem o que estou aprendendo. Nesse imenso universo sei que um caminho é para todos e nem todos são para seus caminhos.
Não sei o que o futuro espera de mim, mas creio que é uma oportunidade para compreender que meio tempo não é tão curto quanto percebo, e que o mesmo se passa a valer um segundo de vida. E que se esperar por este tempo desejado posso perder o meu tempo  de viver. Esperar por muito é a mesma coisa de não esperar pela própria existência.
 O Tempo passa sem se Ver, e vai sem compreender o que poderíamos ter, se não fosse nossas razões de  aprender  o que desejamos ser.
Rodrigo.Ap.B.B Somos o que Somos.

fonte imagem- http://blogdoisraelbatista.blogspot.com/2011/02/tempo.html

2 comentários:

Maelly disse...

Eu também ando só, pois só eu sei andar.

Parabéns pelo blog.
Quem de fato quer estudar encontra aqui muitas possibilidades. Não posso considerá-lo ilegal, pois divulgar conhecimento nunca será. Principalmente quando a humanidade acha que apenas os ricos tem direito a educação (livros e cursos caríssimos).

Lais M. disse...

OOiii!

Q saudadess.. to sem tempo, mas resolvi passar por aqui pra saber como está!


dia 01/07 vou pra bauru, se Deeeus quiser dessa vez eu opero, ja q em fevereio nao foi possivel..!

PS: vc viu a propaganda da Colgate, sobre Operação Sorriso, com pacientes labio-palatais?

achei mto legal!


beijao